Por Emerson Renon
17/11/2018 - 10:29:08 - atualizado em 17/11/2018 às 12:18:30

Cachoeira Santo Antônio do Jari: parlamentares constatam cenário desolador

07

A Cachoeira Santo Antônio, em Laranjal do Jari, no sul do Amapá, foi afetada com a construção da hidrelétrica. As quedas d'água de diversos pontos secaram totalmente, outros têm um fio de água e apenas um com mais intensidade, o que provocou uma queda brusca de visitação turística ao local.

O cenário foi constatado pelos deputados que compõem a Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa do Amapá, em visita à Cachoeira Santo Antônio, nesta semana.

Em Padaria, vilarejo que fica a pouco mais de 20 quilômetros de Laranjal do Jari, os parlamentares tiveram a informação de que a localidade pode figurar na rota do turismo na região. O local pode ser o ponto de partida para o passeio de barco até a cachoeira.

08Mas nem mesmo a beleza natural do lugar poderá ser suficiente para atrair os turistas para um vilarejo que demorou muito para ser descoberto. Para chegar ao local é preciso dirigir por um ramal, bem semelhante a uma trilha, por quase sessenta minutos. "É um lugar bonito, pacato e dono de uma natureza exuberante", destaca o deputado Fabrício Furlan (PCdoB), vice-presidente da comissão.

A preocupação é por conta do cenário atual da cachoeira, que é bem diferente do normal, de acordo com o presidente da Ctur, deputado Pedro DaLua (PSC). Segundo o parlamentar, os turistas podem perder o interesse depois que tiverem o conhecimento de que parte da cachoeira secou.

"Eu nunca vi as cachoeiras desse jeito. É preciso encontrar meios de preservar o que restou da Cachoeira Santo Antônio e repensar os passeios e serviços a serem oferecidos aos turistas", afirma DaLua.

O passeio de lancha, saindo de Padaria, que para os deputados passa a ser uma nova área turística de Laranjal, permite conhecer outros vilarejos. Se deparar com situações bem típicas do ribeirinho, como pescar, o vai e vem de canoas, e toda beleza natural que a região revela a cada minuto.

Mas o impacto ao se deparar com o principal cartão postal da cidade é nítido. No lugar das fortes quedas d'água, pedras. O som estrondoso provocado pelo volume d'água, agora é abafado. "É difícil de acreditar nesta situação, mas é preciso trabalhar para evitar que a cachoeira desapareça", diz Jory Oeiras (DC).

"Não consigo acreditar neste cenário, é desolador. Todos falavam da imponência da cachoeira de Santo Antônio e vê-la assim, nos força a procurar medidas necessárias para mantermos o que ainda há desta maravilha que tanto já encantou", conta Augusto Aguiar (MDB).

Diante do cenário, os deputados defendem mudanças para que o município de Laranjal seja mantido na rota do turismo. E irão propor no relatório sugestões para atrair e tornar a região atrativa aos turistas, entre as alternativas está passeios turísticos que misturam a natureza, a cultura regional e ainda a culinária caseira.

Fotos: Emerson Renon

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS