Por Emerson Renon
14/12/2018 - 10:23:45 - atualizado em 14/12/2018 às 10:45:46

Assembleia Legislativa assina Termo de Auxílio com Fazenda da Esperança

02

O presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, deputado Kaká Barbosa (PR), assinou o Termo de Auxílio com a Fazenda da Esperança, no valor de R$ 200 mil. O recurso será destinado para compra de mobília, reforma e ampliação da atual estrutura que abriga os acolhidos e construção de uma panificação. A solenidade aconteceu no fim da tarde desta quinta-feira (13), na sala da presidência, no prédio administrativo da sede do Legislativo.

Com este chega a oito o número de instituições filantrópicas assistidas pela Casa de Leis, em 2018. Segundo o chefe do poder Legislativo, as parcerias estão sendo firmadas com a aprovação do Ministério Público Estadual. Kaká Barbosa explica que todos os termos, antes de serem assinados, foram avaliados pelo MPE.

"Todos os processos firmados ocorrem com a maior transparência e dentro do que é permitido por lei, e acreditamos que o recurso a ser destinado à Fazenda da Esperança possibilitará aos acolhidos condições para que recuperem, por meio da evangelização, a autoestima, encontrem um novo significado para as suas vidas e possam servir de exemplo a outras pessoas que buscam ajuda para sair do mundo das drogas", sustenta Kaká Barbosa.

Adalberto Calmon, um dos fundadores da Fazenda da Esperança, presente na solenidade de assinatura do termo, contou que o trabalho da instituição é voltado para aqueles que sofrem e todo recurso recebido é para salvar vidas. "O nosso foco é o dependente químico. O recurso passado pela Assembleia Legislativa é para salvar vidas e possibilitar maior amplitude de acolhimento e também melhor qualidade", destaca.

"Iremos construir uma padaria, para que eles possam desenvolver atividades laborais, e assim despertar em cada um dos acolhidos a importância que eles têm, os seus valores e a capacidade para desenvolverem suas atividades, é um trabalho que temos para a reinserção social dos acolhidos", conclui.

Fazenda da Esperança

Inaugurada há seis meses, a Fazenda da Esperança conta com 17 acolhidos. As vagas foram preenchidas tão logo a abertura do espaço. Hoje, 25 pessoas aguardam na fila de espera por uma oportunidade de serem assistidas por um dos mais bem-sucedidos projetos de recuperação de pessoas dependentes químicas do mundo.

"Quando nós abrimos, a procura foi muito grande e logo encheu. A nossa preocupação é em demorar para construir as outras casas, porque até quando esses 25 vão estar vivos? Vão estar aí para serem acolhidos? Em 2019, iremos ampliar nossas parcerias para conseguir mais recursos para logo ter a oportunidade de receber mais pessoas", revela Adalberto Calmon.

Com mais 35 de experiência na recuperação de dependentes químicos, a comunidade terapêutica conta com 130 unidades espalhadas pelo mundo. Ao todo, 86 delas estão distribuídas pelo Brasil, as demais em 22 países. Para o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, deputado Jaci Amanajás (MDB), a assinatura do termo com a Fazenda da Esperança representa um momento histórico ao Parlamento estadual. "É uma vertente completamente diferente daquilo que praticamos no dia a dia e, em nome do presidente Kaká Barbosa, parabenizo todos os parlamentares por acreditarem no projeto e por estenderem a mão a essas pessoas que precisam de ajuda para sair do mundo das drogas", ressalta.

De acordo com os números divulgados pela Fazenda da Esperança, de cada 10 acolhidos, 8 saem totalmente recuperados. "O resultado positivo é fruto da metodologia aplicada, que ajuda a regenerar vidas e famílias", destaca a primeira vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, deputada Roseli Matos (PP). "Parabéns pela demonstração do compromisso social da Assembleia Legislativa com as entidades que fazem trabalho de excelência no resgate de vidas de pessoas que necessitam de ajuda".

Para o deputado Charles Marques (DC), o recurso disponibilizado pela Assembleia à Fazenda da Esperança significa o resgate da vida humana, da dignidade daqueles que, de alguma forma, acabam sendo isolados do mundo por conta do preceito e os afundam ainda mais no mundo das drogas. ?A Assembleia Legislativa se faz presente na vida do amapaense de forma muito íntima é uma forma de estender à mão a estas pessoas que caíram nesse mundo; o Amapá conta, agora, com um dos projetosmais bem sucedidos do mundo na recuperação de dependentes químicos e estamos fazendo a nossa parte e desejamos que outros possam seguir o exemplo e contribuir com a Fazenda da Esperança?.

Outro a parabenizar o esforço do Parlamento estadual para a instalação de uma unidade da Fazenda da Esperança no Amapá foi o represente do Legislativo em Brasília, Elpídio Amanajás. Um dos intermediadores no processo, a comunidade terapêutica ganha corpo e força para ampliar os serviços no estado. "São mais de dez anos de trabalho para contar com esta unidade e agora reforçamos os laços com a assinatura do termo que permitirá melhor a estrutura para receber novos acolhidos e também proporcionar a eles condições para desenvolverem suas atividades dentro da metodologia empregada pela comunidade terapêutica", conta.

Fotos: Gerson Barbosa

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS