Por Everlando Mathias
07/02/2019 - 17:32:46 - atualizado em 12/02/2019 às 09:49:00

Deputados realizam primeira sessão ordinária do ano e apresentam bandeira de trabalho

15

A Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) realizou na manhã desta quinta-feira (7) a primeira sessão ordinária de 2019, após tradicional recesso. Trinta proposições estavam na pauta para leitura. Dois projetos baixaram das comissões.

O primeiro é um Projeto de Lei, de autoria da deputada Cristina Almeida (PSB), que dispõe sobre a exclusão dos custos de transmissão de energia elétrica da base de cálculo da tarifa de energia incidente sobre as unidades consumidoras localizadas nos municípios do estado que possuem hidrelétricas; e o segundo é o Projeto de Decreto Legislativo, de autoria do deputado Kaká Barbosa (PR), que concede o Título de Cidadã Amapaense à senhora Sulamir Palmeira Monassa de Almeida.

Deputado Paulo Lemos (Psol) foi o primeiro a usar a tribuna no Grande Expediente. O parlamentar deu boas-vindas aos novos deputados e abordou temas sobre a preparação do concurso público da Assembleia Legislativa e o concurso público do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). A tragédia ocorrida em Brumadinho (MG) acendeu o alerta no Amapá e o deputado, em seu pronunciamento, sugeriu a criação de uma comissão especial para fiscalizar as barragens no Amapá. Paulo Lemos cobrou o cumprimento da lei, criada por meio de seu projeto que obriga as empresas hidrelétricas e mineradoras a instalar sirenes, para alertar a população em eventual sinistro. "O Parlamento tem que ser independente e deve estar ao lado do povo", finalizou.

O deputado Jesus Pontes (PTC) fez sua estreia junto à tribuna da Alap. Com eloquência, demonstrou firmeza em seu pronunciamento recebendo cumprimentos dos colegas presentes, de correligionários e simpatizantes. "Vir à tribuna da Assembleia Legislativa pela primeira vez é, para mim, motivo de muita satisfação e orgulho, mas também sugere uma profunda reflexão sobre o tamanho desta responsabilidade", frisou, destacando seu passado.

"A primeira imagem que me vem à cabeça é a dos moradores de uma das mais remotas comunidades deste estado, onde caminhei ao longo da vida e que retornei durante a campanha: a centenária Vila Velha do Cassiporé, em Oiapoque. A lembrança daqueles irmãos e irmãs nos leva a pensar sobre o que podemos fazer por eles, diante de toda sorte de dificuldades que o isolamento geográfico e logístico lhes causa. Mas também recordo que lá encontrei gente feliz, resignada, talvez, mas fundamentalmente esperançosa", destacou Jesus Pontes.

O deputado Diogo Sênior (PMB) também estreou hoje na tribuna da Assembleia Legislativa. O ex-conselheiro tutelar destacou as prioridades de seu mandato. O parlamentar concluiu seu pronunciamento pedindo a ajuda dos colegas para fazer um bom mandato. "Não tenho experiência na política partidária, preciso da ajuda de vocês, vim aqui para aprender e, com um objetivo, fazer bem ao povo. Temos obrigação de dar ao povo uma qualidade de vida melhor".

No seu terceiro mandato, o deputado Dr. Furlan (PTB) também usou a tribuna. Após saudar a chegada dos novos parlamentares e desejar um ano produtivo a todos, o parlamentar colocou aos deputados o seu eixo de trabalho para este mandato, passando pela defesa da saúde, o qual foi presidente da Comissão Permanente de Saúde da Casa na última legislatura, e assumindo a bandeira de promover energias limpas renováveis e o desenvolvimento econômico.


Fotos: Gerson Barbosa

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS