Por Texto: Bianca Andrade Gab. Dep. Cristina Almeida
27/03/2019 - 16:32:14 - atualizado em 27/03/2019 às 16:33:03

Alap debate conscientização sobre a epilepsia

04

Em pronunciamento no grande expediente da sessão ordinária da Alap desta terça-feira (26/3/19), data escolhida para a celebração do Dia Mundial da Conscientização sobre a Epilepsia, a deputada estadual Cristina Almeida (PSB) difundiu a campanha mundial ?Purple Day? (Dia Roxo), cuja finalidade consiste na promoção da conscientização sobre a Epilepsia, um distúrbio neurológico grave e que atinge e compromete o funcionamento do cérebro humano, podendo causar danos irreparáveis às pessoas acometidas pelo mesmo.

"A Epilepsia é um transtorno neurológico que atinge 50 milhões de pessoas em todo o mundo, que vivem sob a capa do preconceito e o peso de estigmas, que precisam ser combatido através de campanhas educativas para conscientizar de forma didática a sociedade sobre os mitos e verdades sobre esse distúrbio e fortalecer o enfrentamento à discriminação sofrida pelas pessoas por ele acometidas", destacou a parlamentar.

Como é de praxe nesses momentos especiais, Cristina dividiu a tribuna com os convidados Rômulo Martins e Idelbrando Júnior, acadêmicos de medicina da Unifap e que fazem parte da Liga Acadêmica de Neurologia e Neurocirurgia (Lanneu) - idealizadora do 1° Purple Day no Shopping Macapá, visando fortalecer a conscientização sobre a epilepsia e eliminar os mitos e medos que ela desperta nas pessoas.

A parlamentar pessebista fez questão de mencionar a importância da ex-deputada Roseli Matos (PP), autora da lei que criou o "Mês Roxo" em favor das pessoas com epilepsia no estado do Amapá.

Um dos pontos mais polêmicos e que tem mobilizado Cristina Almeida em relação ao tratamento da epilepsia diz respeito ao "Canabidiol", uma das 113 substâncias químicas presentes na Cannabis Sativa (maconha), utilizado em alguns países, inclusive no Brasil, como um medicamento eficaz no tratamento de pacientes com epilepsia, mas que ainda tem seu uso restrito diante das demandas.

Segundo a parlamentar, é necessário romper com o preconceito e colocar em primeiro lugar a saúde das pessoas.

Em seu pronunciamento, Rômulo Martins falou da importância da conscientização sobre a Epilepsia e conclamou os parlamentares e o público presente a participarem dessa luta. Segundo ele, "é preciso que todos os segmentos da sociedade de lutar pela causa dos que sofrem com a Epilepsia, e particularmente nesta casa, onde temos parlamentares médicos, peço mais uma vez que os senhores deputados nos apoiem sempre nessa causa".

Idelbrando Júnior, presidente da Lanneu, convidou os presentes a comparecerem ao Purple Day, também enfatizou as dificuldades e os obstáculos enfrentados pelos pacientes com epilepsia. "Compreender os problemas vivenciados por essas pessoas é um passo fundamental para que possamos enfrentar os impactos da doença e garantir aos pacientes uma vida com dignidade e cidadania", disse ele.

Cristina encerrou seu pronunciamento chamando a atenção para o fato de que as pessoas com Epilepsia precisam do apoio, do carinho de toda sociedade e da assistência por parte do poder público. "Se nós não levantarmos a bandeira das pessoas com Epilepsia, não iremos nunca conseguir entender que esses pacientes são desprovidos de direitos, e se o poder público não atender suas demandas, a doença irá se agravar a ponto de levá-los a óbito", concluiu.


Fotos: Bianca Andrade Gab. Dep. Cristina Almeida

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS