Por Everlando Mathias
10/04/2019 - 17:19:26 - atualizado em 17/04/2019 às 09:22:02

Assembleia Legislativa cria a Frente Parlamentar de Combate ao Feminicídio no Amapá

01

A Assembleia Legislativa apresentou aos deputados a Frente Parlamentar pela Prevenção da Violência contra a Mulher e Redução do Feminicídio no Estado do Amapá. A divulgação ocorreu na sessão ordinária desta quarta-feira (10/4/19), no plenário da Casa. A Frente foi criada pelo presidente do Legislativo, deputado Kaká Barbosa (PR), por meio da Portaria nº 2.656/19-AL, e será composta por parte da bancada feminina no parlamento. O documento foi publicado no Diário Oficial do dia (03).

O grupo será coordenado pela deputada Cristina Almeida (PSB) e, adiantou que o combate à violência contra a mulher será intensificado. "A prioridade maior ainda é a violência. Todos os dias novos casos são noticiados nos meios de comunicação regional e nacional", afirmou. "Mas não podemos deixar de falar de temas importantes também, como a questão da empregabilidade e a capacitação das mulheres", completou.

O pronunciamento da coordenadora é com base no documento que identifica as metodologias de trabalho da frente como promover eventos, estudos, debates, projetos e ações relacionadas à prevenção da violência contra as mulheres e a redução do feminicídio, com foco ao cumprimento da Lei federal nº 11.340 de 2006 - Lei Maria da Penha.

Além de defender projetos na Assembleia Legislativa, as deputadas vão trabalhar nos municípios. "Vamos trabalhar em conjunto com diversos órgãos em busca da efetiva aplicação dos direitos da mulher. A violência pode se manifestar de várias formas, com diferentes graus de gravidade. Geralmente, ela acontece em episódios repetitivos, que costumam ser encobertados pelo silêncio. Vamos defender boas iniciativas que ajudem a superar essa gravíssima violação ao direito mais básico que é a vida", afirmou Cristina Almeida.

Na sessão ficou definido ainda que a deputada Edna Auzier (PSD) será a vice coordenadora. Alliny Serrão (DEM), Aldilene Souza (PPL) e Tela Nery (PSDB) compõem o quadro. O prozo de funcionamento da Frente será de dois anos, e pode ser prorrogado com a devida justificativa.


Fotos: Gerson Barbosa

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS