Por Bianca Andrade. Gab. Dep. Cristina Almeida
16/05/2019 - 09:04:37 - atualizado em 16/05/2019 às 09:05:02

Assembleia Legislativa aprova o Dia Estadual de Combate ao Feminicídio

01

A Assembleia Legislativa do Estado do Amapá aprovou na terça-feira (14/5/2019), por unanimidade, o Projeto de Lei n° 0021/19-AL de autoria da deputada Cristina Almeida (PSB), que institui o dia 2 de agosto como o Dia Estadual de Combate ao Feminicídio. A data escolhida e que será comemorada anualmente, é uma homenagem à cabo PM Emily Karine de Monteiro, vítima desse tipo de crime, em 2018, cometido pelo seu então companheiro, além de outras vítimas.

O objetivo da matéria consiste em garantir do ponto de vista institucional um dia de mobilização em que a sociedade e as diferentes instâncias do poder público possam realizar ações e políticas decombate ao Feminicídio. Além da cabo Emily, outras vítimas recentes também foram lembradas.

A sessão também contou com a participação da pedagoga Aldineia Miranda, mãe de Emily, que ao fazer uso da palavra falou do sentimento de tristeza que lhe acompanha desde o assassinato de sua filha. "Perdi minha filha no Dia dos Pais, e no último domingo vivi o primeiro Dia das Mães sem ela, mas preciso transformar a perda que eu tive, em algo produtivo pra sociedade e que possa contribuir para o combate ao feminicídio", concluiu Aldineia.

Cristina Almeida lembrou dos casos de feminicídio ocorridos em 2018 e nos primeiros meses deste ano que chocaram a sociedade amapaense e lembrou que os números da violência contra mulher só têm crescido nos últimos anos. "É preciso amar e educar para conscientizar as pessoas de que ninguém pode se sentir dono de outra pessoa a ponto de tirar dessa pessoa a própria vida quando ela tenta por fim a uma relação que lhe oprime e maltrata", finalizou a parlamentar.


Foto: Gerson Barbosa

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS