Por Emerson Renon
31/05/2019 - 16:08:08 - atualizado em 03/06/2019 às 16:26:44

Deputados da CMA percorrem o Vale do Jari, e conhecem a realidade das vítimas atingidas pelas enchentes

09

Vale do Jari (AP) - O presidente da Comissão de Meio Ambiente (CMA) da Assembleia Legislativa, deputado Dr. Victor (REDE), e as deputadas Telma Gurgel (PRP) e Telma Nery (PSDB), percorreram durante dois dias a região do Vale do Jari, no sul do Amapá. Além de conhecerem o alojamento improvisado na quadra de esportes da escola estadual Mineco Hayashida, para abrigar às vítimas das enchentes, os parlamentares reuniram com o prefeito em exercício de Laranjal do Jari, João Tadeu da Silva, e secretários e técnicos de Meio Ambiente e Saúde das cidades do Vale do Jari.

No alojamento em Laranjal do Jari, a comissão foi recebida pelo agente Erbson da Silva, da Defesa Civil do município. Depois de ouvirem como é feito o acompanha às vítimas das enchentes, os parlamentares puderam ver às condições em que as pessoas estão sendo mantidas.

"Elas têm todo um acompanhamento, tudo o que elas conseguiram salvar está aqui, além disso, recebem cestas básicas, de sete em sete dias, água e assistência médica", contou Erbson da Silva aos deputados.

"É um espaço adaptado, mas em condições de atender as pessoas que foram trazidas para cá", observou Telma Gurgel.

10Ainda de acordo com a Defesa Civil, todas as informações sobre chuvas e o nivel do rio são repassadas pelo Centro de Monitoramento, que fica cidade paraense de Monte Dourado.

Desalojados e desabrigados

Ao todo, 400 pessoas foram atingidas pela cheia do rio Jari, que chegou a 2,40m. Mas, nem todos foram levados para o alojamento. Alguns preferiram ir para casa de parentes, enquantos outros optaram por elevar o piso das casas.

Na prefeitura, prefeito em exercicio João Tadeu da Silva disse a comissão que todas as secretarias estão mobilizadas e onde às águas baixaram, os moradores receberam um Kit para fazer a limpeza das casas.

"É importante esse acompanhamento para que elas não se sintam desassistidas em um momento complicado como este", ressaltou Dr. Victor.

Equipes da Defesa Civil prosseguem com a realização de vistorias nos imóveis das áreas mais afetadas pelas chuvas, visando verificar a necessidade de interdição ou não.

Vacinação

Todos os postos de Saúde de Laranjal e Vitória do Jari estão atualizando a vacinação antitetânica e orientando as pessoas que tiveram contato com as águas das chuvas sobre a leptospirose, doença provocada pela urina do rato

Distribuição de hipoclorito

Na Secretaria Municipal de Saude, os deputados foram recebidos pelo secretário adjunto, Fábio Silva. Os parlamentares foram informados sobre as ações da secretaria para a evitar a proliferação de doenças. Em uma delas, a Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância em Saúde, fez à distribuição de hipoclorito as pessoas atingidas pela cheia.

Também está sendo feito todo o monitoramento das vítimas das enchentes. Os moradores que continuam nas áreas atingidas recebem assistência com a distribuição de medicamentos.

"O nível do rio começa a voltar ao normal, mas é importante manter o monitoramento, principalmente, nas áreas onde as pessoas resolveram permanecer, mesmo a região estando alagada", observou Telma Nery.

Nível dos rios

Os níveis dos rios Muriacá, Cajari e Jari, que passam pela região do Vale do Jari, já estão próximo do normal. Mas apesar do cenário positivo, ainda há previsão de chuvas para os próximos dias nas cabeceiras dos rios. Por conta disso, a Defesa Civil mantém o monitoramento.

Fotos: Emerson Renon

Facebook Twitter Google+ Email Addthis