Por Agência de Notícias/Alap
25/06/2019 - 15:49:44 - atualizado em 26/06/2019 às 09:19:41

Feminicídio: Frente Parlamentar levanta temática em Mazagão com representantes do poder público e entidades

03

Dando continuidade ao ciclo de discussões sobre o feminicídio nos municípios do Amapá, as deputadas estaduais Cristina Almeida (PSB), Edna Auzier (PSD) e Aldilene Souza (PPL), da Frente Parlamentar pela Prevenção da Violência contra a Mulher e Redução do Feminicídio no Estado do Amapá, estiveram nesta quarta-feira (19/6/2019) no município de Mazagão. As parlamentares discutiram sobre o feminicídio com os representantes do poder público local e entidades ligadas à defesa da mulher.

"Já visitamos Oiapoque, Laranjal do Jari, e o município de Mazagão é o terceiro a receber a Frente Parlamentar. Estamos fazendo o levantamento do trabalho executado pelos órgãos que dão apoio às vítimas de violência e propondo alternativas para que esses índices de casos de feminicídio sejam extinguidos no nosso estado. Não podemos tolerar isso, e o poder Legislativo estadual, juntamente com o municipal e federal, está fazendo a parte dele, cobrando de si mesmo respostas viáveis e urgentes", disse a presidente da Frente Parlamentar, deputada Cristina Almeida.

No encontro, que ocorreu no Fórum de Mazagão, foi assumido um Termo de Conduta, para ver o prazo que esses órgãos terão para fazer a regularização e poder atuar efetivamente. "Vivemos na região amazônica e sabemos que a violência acontece nas comunidades ribeirinhas, quilombolas e indígenas, onde a autonomia das mulheres ainda não chegou e com um agravante muito maior, porque não existe aparato de proteção à mulher. Ela está completamente desprovida de direitos", pontuou a presidente da Frente.

Também foram levantados dados e casos reconhecidos como feminicídio na região mazaganense. "Esses fatos nos levam a refletir sobre políticas mais rigorosas em proteção à mulher. Não podemos deixar que elas sejam agredidas verbalmente e muito menos fisicamente", disse o presidente da Câmara de Vereadores de Mazagão, José Hosana (PSB).

A vice-presidente da Frente Parlamentar, deputada Edna Auzier, apontou a importância de levar esse debate para as regiões interioranas do estado. "São locais onde acontecem muitos atos de violência contra as mulheres e não podemos permitir que isso continue ocorrendo. Por isso, estamos atuando junto com a Promotoria da Mulher, fiscalizando todos os órgãos que fazem parte da rede, monitorando-os e dialogando, e é o que estamos fazendo nessas visitas", acrescentou.

O próximo município a ser visitado pela Frente Parlamentar pela Prevenção da Violência contra a Mulher e Redução do Feminicídio no Estado do Amapá é Itaubal do Piririm, com data a ser definida.



Fotos: Gerson Barbosa

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS