02/07/2019 - 09:56:51 - atualizado em 02/07/2019 às 09:57:56

Transbordo de cargas na aduana de Oiapoque inicia com sucesso

02

A primeira operação de transbordo de mercadorias da Aduana de Oiapoque, aconteceu no início desta semana, na cabeceira da ponte binacional que interliga o Brasil (Oiapoque) e a França (Guiana Francesa). A abertura do sistema alfandegário foi concedida em 01 março de 2019, quando foi publicado o Ato Declaratório Executivo SRRF02 n°5, de 27 de fevereiro de 2019, e quatro meses depois, sua operação inicia com duas empresas, a FRANBRAZ e o GRUPO ARIZONA.

03O transbordo é feito no lado Francês na aduana, onde as carretas do lado brasileiro passam as mercadorias para carretas de transportadores franceses. Isto ocorre porque as carretas brasileiras ainda não atendem os regulamentos internos de trânsito da França, e não podem levar os produtos ao destino final.

A empresa do Amapá, FRANBRAZ, transportou mercadorias de supermercado, declarando no posto da Receita Federal (Oiapoque), um montante no valor de R$100 mil. O Grupo Arizona transportou material e estruturas diversas para a construção de um Centro de Biomassa para geração de energia em Saint George, com valor declarado variando entre R$ 30 mil a R$200 mil, uma vez que são peças industriais de alta tecnologia.

Em média, serão transbordadas 50 carretas com capacidade de 16 toneladas, cada. A mercadoria do Grupo Arizona veio toda de Minas Gerais passando pelo Amapá e indo direto para Saint George, na Guiana Francesa.

O Inspetor da Receita Federal, Marcos Priotto, em conversa por telefone com a Deputada Cristina Almeida, Presidente da Comissão de Relações Exteriores da Assembleia Legislativa, disse que a inspeção foi feita e todo o material está dentro das normas exigidas e acordadas entre as partes.

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS