Por Emerson Renon
29/08/2019 - 18:26:48 - atualizado em 10/09/2019 às 10:44:59

Assembleia Legislativa prepara a instalação da Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia

IMG-20190829-WA0094

A deputada Cristina Almeida (PSB) será empossada como titular da Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa do Estado do Amapá. A solenidade acontece nesta sexta (30/8/2019), no auditório Santana, do Sebrae/AP, às 8h. Além de Cristina Almeida, serão empossadas as deputadas Telma Gurgel e Edna Auzier como coordenadoras adjuntas.

?A instalação da Procuradoria da Mulher significa mais uma grande conquista para nós mulheres, é mais uma forte ação da Assembleia Legislativa em reforçar a força e a capacidade que as mulheres têm, e uma função da procuradoria é justamente selar pela participação mais efetiva das parlamentares?, destaca a coordenadora titular, Cristina Almeida.

Além disso, caberá a procuradoria receber, examinar e encaminhar aos órgãos competentes denúncias de violências e discriminação contra a mulher. ?Além de encaminharmos as denúncias, teremos a missão de fiscalizar e acompanhar a execução de programas do governo federal, que visem à promoção da igualdade de gênero, assim como a implementação de campanhas educativas e antidiscriminatórias de âmbito estadual?, resumiu Cristina Almeida.

Outro importante papel da Procuradoria Especial da Mulher é promover pesquisas, seminários, palestras e estudos sobre violência e discriminação contra a mulher, bem como acerca de seu déficit de representação na política, inclusive para fins de divulgação pública e fornecimento de subsídio às comissões da Assembleia.

A Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa terá o apoio da Procuradoria da Mulher da Câmara dos Deputados. A primeira coordenadora adjunta da procuradoria da Câmara, deputada Aline Gurgel, que estará presente na solenidade de posse, destaca a importância do Legislativo instalar mais esta ferramenta em defesa dos direitos das mulheres. ?Um dos objetivos do evento é estimular a criação de procuradorias de mulheres nos municípios, fomentar o trabalho em rede para a defesa dos direitos da mulher, aumentar a participação feminina na política e fortalecer o combate à violência contra meninas e mulheres?, enfatizou.



Foto: Emerson Renon

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS