Por Emerson Renon
27/09/2019 - 15:44:26 - atualizado em 02/10/2019 às 08:06:02

Presidente Kaká Barbosa acompanha a concretagem da última laje do complexo administrativo da Assembleia Legislativa

11

O presidente Kaká Barbosa visitou nesta sexta-feira (27/9/2019) as obras de construção do prédio anexo da sede da Assembleia Legislativa, no Centro da capital, e assistiu a concretagem da última laje de ferro. O chefe do Legislativo chegou acompanhado do Diretor-geral, Cézar Melo, do Chefe do Departamento Administrativo, Nassib Amim, da Chefe do Departamento de Rádio e TV Legislativa, Marli Mafalda, e de engenheiros.

10?A concretagem da última laje de ferro concretiza o complexo administrativo da Assembleia Legislativa, no centro de Macapá; com espaços para às comissões, consultoria geral, diretoria de orçamento e finanças, comissão permanente de licitação, inclusive com um auditório para 25 lugares; procuradoria geral; segurança institucional; gabinete militar, gabinete da presidência; estúdio para a rádio e TV Legislativa e Escola do legislativo?, descreveu o presidente Kaká Barbosa.

Não é a primeira vez que Kaká Barbosa visita a obra do prédio anexo. Segundo a empresa responsável pela construção, as obras estão dentro do cronograma de entrega, prevista para o fim de 2020.

Depois de ficar mais de dez anos paralisada, a obra foi retomada em março de 2018, já sob o comando do atual presidente Kaká Barbosa e está sendo custeada com recursos próprio do legislativo. De acordo com o engenheiro responsável, Amilton Coutinho, o prédio conta com sete pavimentos e mais um subsolo em uma área total construída de 4.240,59m².

12A visita, que durou quase uma hora, começou pelo térreo. Depois, a comitiva acompanhou o passo a passo dos trabalhos. Os engenheiros detalharam as plantas sobre cada pavimento: auditório para 129 lugares com espaços para pessoas com deficiência; dois mini auditórios para 28 e 32 lugares, respectivamente.

Também irá contar com acessibilidade por meio de dois elevadores, para uso geral e adaptados para pessoas com deficiência, piso tátil e áreas reservadas para PcD.

Outro fator que chama atenção é quanto ao uso de energia alternativa fotovoltaica ? energia solar. A geração elétrica por meio da energia solar fotovoltaica é a que apresenta os menores impactos ambientais. Placas solares geram energia elétrica sem a emissão de gases de efeito estufa (GEE) ou qualquer outro impacto significativo ao Meio Ambiente.

A climatização também segue o padrão para reduzir o consumo de energia. Além disso, as instalações hidro sanitárias, com um total de 24 conjuntos sanitários, sendo 18 para uso geral e 6 para pessoas com deficiência, contam com um moderno sistema de reuso da água.

O presidente Kaká Barbosa anunciou, também, o estudo para a construção da Fundação deputado Antônio Queiroga. ?Está em estudo e acredito que em 2021 daremos início as obras com previsão de conclusão para 2022. O espaço faz parte do complexo administrativo da Assembleia Legislativa?, informou.


Fotos: Gerson Barbosa e Emerson Renon

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS