Por Eloisy Santos
17/10/2019 - 08:52:11 - atualizado em 17/10/2019 às 08:52:31

Marilia Góes requer implantação do programa ?Ela Pode? no Amapá, voltado ao empreendedorismo feminino

04

Foi aprovado na Assembleia Legislativa, o Requerimento Nº 1012/19 AL, de autoria da deputada Marilia Góes (PDT), que preside a Comissão de Empreendedorismo da Casa. A propositura requer que o Estado, por meio da Secretaria Extraordinária de Políticas para as Mulheres (SEPM), estude a possibilidade de implantação do programa ?Ela Pode? no Amapá.

O programa já é executado nacionalmente pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora em parceria com o Google. O intuito do programa é capacitar 135 mil mulheres brasileiras em situação de vulnerabilidade socioeconômica, garantindo independência financeira e poder de decisão sobre seus negócios e vidas.

As capacitações que o programa oferta são gratuitas e voltadas para desafios comuns ao empreendedorismo e empregabilidade, como: comunicação, liderança, negociação, finanças, networking, marca pessoal e ferramentas digitais.

Marilia Góes lembrou que teve contato com o Instituto Rede Mulher Empreendedora em junho deste ano, durante uma agenda em São Paulo. Ocasião em que tomou conhecimento, que a meta do instituto é alcançar cerca de 800 mulheres do Amapá.

?O empreendedorismo é o caminho do desenvolvimento socioeconômico. Sabemos que a informação e o conhecimento são fundamentais para oportunizar a liberdade e a autonomia dessas mulheres. Portanto, implantar um programa como esse, que conta com um parceiro mundial que é o Google, seria um grande passo para o fomento ao empreendedorismo no Amapá?, frisou a parlamentar.

Fotos: Ruan Alves e Kitt Nascimento

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS