Por Everlando Mathias
08/11/2019 - 07:38:35 - atualizado em 08/11/2019 às 08:00:57

Membros do Movimento Mapa Educação visita a Assembleia Legislativa do Amapá

06

O presidente da Comissão de Educação (CEC) da Assembleia Legislativa, deputado Charly Jhone (PL), recebeu na quinta-feira (07/11/2019), membros do movimento Mapa Educação, núcleo Amapá, que buscam conhecer os trabalhos da casa legislativa amapaense, acompanhar as sessões ordinárias e das reuniões da CEC, buscar apoio para a participação do movimento na 3ª Conferência Mapa Educação, que acontecerá nos dias 07 e 08 de dezembro, na Escola de Formação dos Profissionais da Educação (EFAP), em São Paulo (SP), e discutir a proposta de alteração da Lei 2.278/17, subscrita por cidadãos amapaenses, que institui a bolsa de incentivo para professores e pedagogos que exerçam as atividades nas escolas do Novo Saber.

Por quase duas horas, o grupo formado por representantes de vários segmentos da sociedade, fez uma explanação dos trabalhos realizados no Estado. ?O Mapa promove pesquisas, debates, laboratórios de educação, eventos, como workshops e conferências, assim como projetos durante as eleições presidenciais e municipais, sempre levando em consideração duas frentes principais: A educação como tema central na agenda política nacional e o jovem como protagonista na luta por uma educação de qualidade?, explicou a coordenadora do Mapa Educação no Amapá, Evelyn Auzier.

O Movimento Mapa Educação tem como missão que todos os brasileiros tenham acesso a uma educação de qualidade e trabalha para que a educação seja prioridade na agenda política nacional, principalmente por meio de ações que insiram o jovem brasileiro como o protagonista dessa mudança.

"A realização da Conferência pelo Movimento Mapa Educação é uma das ações que promovem o protagonismo jovem e cumprem com sua missão e objeto social", complementa Evelyn Auzier.

Sempre acompanhados pela chefe da Divisão de Cerimonial, o grupo pode conhecer alguns setores da Assembleia Legislativa como: a presidência, comissões, rádio e Dirleg.

O deputado Charly Jhone, sugeriu que a cada 15 dias o movimento possa reunir com a comissão para tratar de assuntos referentes a educação no estado e a participação do núcleo do Mapa Educação, no encontro que deverá acontecer nos próximos dias, para discutir a educação no Amapá.

"O movimento conhece os problemas da educação no Estado e querem trabalhar na solução. Fiquei feliz em ver o entusiasmo desses na busca de mudar a educação no Estado do Amapá", finalizou Charly Jhone.

Fotos: Gerson Barbosa

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS