04/03/2020 - 10:36:41

Deputados repercutem na Assembleia Legislativa naufrágio do navio Anna Karoline III

01

Por um minuto, deputados e pessoas que acompanhavam a sessão ficaram em silêncio em homenagem às vítimas do naufrágio do navio Anna Karoline III, na madrugada de sábado (29/2/2020), no Sul do Amapá. Até o momento, 22 corpos foram resgatados. Desses, 14 identificados e 13 continuam desaparecidos.


A embarcação saiu do porto de Santana (AP), na última sexta-feira (28/02/20), em direção a Santarém (Pará) e naufragou na madrugada do dia seguinte, próximo à Ilha de Aruãs e à Reserva Extrativista do Rio Cajati, no Rio Amazonas. A região fica a 130 km de Macapá, em um local de difícil acesso e comunicação.

O acidente foi um dos principais temas discutidos no grande expediente da sessão ordinária de terça-feira (03/03/2020) na Assembleia Legislativa do Amapá.

"Um episódio que está comovendo o Estado do Amapá, com repercussão em todo o Brasil", destacou o deputado Paulo Lemos (Psol), pedindo que as autoridades abram os olhos para os casos de naufrágio com vítimas fatais que vem ocorrendo na Amazônia, onde um dos principais meios de transporte é feito por água.

"Esse naufrágio vem para que nós e as autoridades competentes possam fiscalizar com mais atenção o deslocamento de passageiros', cobrou o deputado Paulo Lemos, conhecedor dessa realidade.

De acordo com o parlamentar, a maioria dos proprietários de embarcações de transportes de cargas e passageiros não se preocupam com a segurança, e, sim como conseguir dinheiro para pagar as despesas.

"É comum navios vindo de Belém (PA) encorar nos portos em Santana, com mercadoria no convés, colocando em risco a segurança dos passageiros. Lugar de mercadorias é no porão", alerta o deputado.

De acordo com os sobreviventes, o fato ocorreu por volta das 4 da manhã quando o navio Anna Karoline III parou para abastecer, em pleno rio, com combustível clandestino com apoio de outra embarcação - onde o preço é mais barato, quando foi atingido por um forte vento e desequilibrou com o peso da mercadoria no convés.

"Se a mercadoria não estivesse no convés, o navio não teria ido a pique. Mas, como o objetivo era aumentar o lucro, acabou com a vida de dezenas de pessoas", revolta-se o legislador.

O deputado Diogo Sênior (PMB), citou que no ano passado protocolou Projeto de Lei que dispõe sobre a segurança das embarcações que transportam passageiros no âmbito do Estado do Amapá.

De acordo com a propositura, todas as embarcações de transporte de passageiros, deverão de forma obrigatória, orientá-los ante do início da viagem sobre os procedimentos de segurança que devem ter durante a navegação, seguindo as determinações da Capitania dos Portos.

O deputado Junior Favacho (DEM) criticou a falta de um terminal público para embarque e desembarque de passageiros. "Todos os passageiros passam pelo porto do Grego, onde tudo pé pago", frisou o deputado, citando que vai lutar para a reativação do terminal hidroviário no município de Santana. ?Que os responsáveis por essa tragédia sejam devidamente punidos dentro da lei?, finalizou o deputado Paulo Lemos.

A Defesa Civil Estadual divulga na noite de terça-feira a lista de nomes das vítimas e dos desaparecidos após o naufrágio da embarcação Anne Karoline III. A relação é baseada nos registros da Polícia Técnico-Científica (Politec), e do Comitê de Gerenciamento de Crise do Governo do Estado, que reuniu informações de familiares dos passageiros do navio.

Fotos: Divulgação | Prefeitura de Almeirim

Confira:
01

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS