Por Emerson Renon
01/06/2020 - 17:40:28 - atualizado em 02/06/2020 às 19:33:34

Comissão volta a cobrar do governo informações sobre recursos aplicados no combate ao novo coronavírus

01

No encontro com o governador Waldez Góes (PDT), a presidente em exercício da Comissão da Covid-19 da Assembleia Legislativa do Amapá, deputada Edna Auzier (PSD), voltou a solicitar informações sobre os recursos federais e do Tesouro Estadual destinados ao combate à pandemia do novo coronavírus no Amapá.

A reivindicação é antiga, mas foi refeita por conta da substituição do ex-secretário estadual da saúde João Bittencourt pelo atual Juan Mendes, com um novo prazo para o cumprimento das solicitações.

"Nós, enquanto parlamentares, temos o dever e a obrigação de sabermos como está sendo aplicado os recursos, e, também, como está o funcionamento dos centros de atendimentos, abastecimento de medicamentos e a data para o funcionamento do Hospital Universitário para prestarmos conta com a sociedade, a mais atingida com a crise do novo coronavírus", explicou a deputada Edna Auzier.

Assim, o governo ganha mais oxigênio para o cumprimento das medidas apontadas pela comissão do legislativo, que se apresenta como uma importante aliada do estado no combate à pandemia do novo coronavírus.

Desde a sua criação, em março, os integrantes além de identificarem deficiências na assistência aos pacientes infectados, contribuem na elaboração de ações e votação de matérias consideradas importantes para acelerar o processo de achatamento da curva da doença.

"Estamos cumprindo com o nosso papel e mais do que fiscalizar, iremos contribuir com medidas que consideramos importantes para a execução das ações planejadas pelo Executivo para impedir o avanço da Covid-19 no estado e minimizar o sofrimento de todos por conta dessa terrível doença", destacou o deputado Jory Oeiras (DC).

Em contrapartida ao apoio do legislativo, o governo prometeu melhorar o tempo de resposta com à comissão para que os parlamentares tenham condições de avaliar e também colaborar com o cronograma de ações de combate ao vírus.

Foi determinada a criação de uma equipe técnica que ficará responsável pelo envio dos documentos e informações solicitados pela comissão, dentro do novo prazo estipulado pelos legisladores. Essa mesma equipe passa a funcionar como porta-voz entre governo e comissão.

"Essa interação da Sesa com à Comissão vai ficar alinhada e passaremos a ter as respostas que tanto aguardávamos', assegurou o deputado Paulinho Ramos (PL).

"É do nosso interesse fortalecer esse link de comunicação com os parlamentares e iremos responder todos os documentos oficializados para que seja apresentado a sociedade os trâmites adotados e as providências tomadas", sustentou o secretário Juan Mendes.

Mesmo licenciado, por causa da morte do seu pai, Alberto Monteiro de Andrade, vítima da Covid-19 na semana passada, o deputado Max da AABB (SD), presente na reunião realizada na sede do Palácio do Setentrião nesta segunda-feira (1/6/2020), manteve o posicionamento sobre o papel da comissão em cobrar e pedir as informações necessárias sobre ações e aplicações de recursos no combate ao coronavírus.

"Tivemos a resposta que dos R$ 51 milhões disponibilizados ao governo, R$ 41 milhões permanecem na conta. A dificuldade do estado em conseguir contratar profissionais da saúde, adquirir medicamentos ainda continua sendo a alta procura e a elevação dos preços", informou o parlamentar.

Foto: Reprodução/TV Assembleia

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS