Por Emerson Renon
12/07/2020 - 17:25:16 - atualizado em 15/07/2020 às 20:02:38

Panos brancos como pedido de paz e justiça as mulheres vítimas de violência foram estendidos em frente a Assembleia Legislativa

02

Em repúdio a todas as formas de violência contra as mulheres, neste domingo, 12 de julho, diferentes coletivos feministas, movimentos sociais e organizações políticas participaram de um ato unificado no estado. A programação teve início às 12 horas.

A Assembleia Legislativa, por meio da Frente Parlamentar de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e Redução do Feminicídio e da Procuradoria Especial da Mulher, foi representada pelas deputadas Cristina Almeida (PSB), Aldilene Souza (PPL), Alliny Serrão (DEM), Edna Auzier (PSD), Telma Gurgel (Podemos) e Telma Nery (PSDB).

Em frente ao prédio do legislativo foi estendido panos brancos como forma de pedir paz e justiça a todas as mulheres assassinadas covardamente. Segundo Cristina Almeida, que está à frente da Frente Parlamentare da Procuradoria da Mulher, a importância dessa celebração se dá pela luta dos direitos das mulheres, principalment, o direito a vida.
03
"O ato foi construído por entender a importância de lutarmos juntas pela vida das mulheres, bem como pelos direitos e pela democracia, tão atacados nesta conjuntura", explicou Cristina Almeida.

"A Frente Parlamentar e a Procuradoria Especial da Mulher vêm conclamar e somar com a campanha Justiça e Paz no combate ao feminicídio", complementou.

foto: Divulgação

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS