Por Jane Barbosa
23/09/2021 - 14:31:27 - atualizado em 23/09/2021 às 14:31:43

Saúde mental é debatida em audiência pública na Assembleia Legislativa

WhatsApp Image 2021-09-23 at 14.29.57

O Secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania - Quirino Cordeiro, participou da audiência pública promovida pelo gabinete da deputada Aldilene Souza (PPL) que discutiu sobre Políticas Públicas de Saúde mental e Drogas no País.

Objetivando debater com diversos segmentos, como as comunidades terapêuticas existentes no estado e instituições que tenham trabalhos voltados para o amparo de jovens e adolescentes que vivem em risco social, a audiência pretendeu chegar a uma resolutividade para o combate ao aumento da violência no Estado, proveniente do consumo de drogas e consequente elevado número de mortes.

Segundo pesquisas apresentadas no portal da Fio Cruz, os dados obtidos em 2019, no 3º levantamento, constatou que a maconha é a droga ilícita mais consumida pelos brasileiros, em segundo lugar vem a cocaína e em terceiro o crack. E que os usuários em sua maioria são homens, na faixa etária de 12 a 65 anos.

Quirino Cordeiro palestrou sobre as ações do governo federal para combater as drogas no país, e apresentou diversos dados do trabalho que já vem sendo desenvolvido.

"Estamos fazendo ações prevenção ao suicídio, para combater o uso de drogas. Ações que buscam diminuir por exemplo acidentes automobilísticos relacionados a condutores que manejam seus veículos sob efeito de álcool ou drogas", declarou o secretário nacional.

Para a deputada Aldilene Souza que ouviu atentamente todos os representantes das comunidades terapêuticas, da sociedade civil e do Tribunal de Justiça ? Dr. Marconi Pimenta, a ideia, após extensa discussão é elaborar políticas públicas e um termo de cooperação técnica para criar ações que realmente farão a diferença no tratamento e na vida de quem sofre com a dependência química. "Que a gente possa fazer essa parceria e desenvolver políticas públicas que falta dentro do nosso estado", disse a parlamentar.

O secretário nacional, também realizou visita à Fazenda da Esperança, entidade que trata dependentes químicos no Estado. E durante a audiência foi informado que uma nova unidade será instalada para tratar exclusivamente da recuperação de mulheres.

"Quem ganha são os jovens e a sociedade que terá uma presença muito mais forte do governo federal trazendo esses produtos que a secretaria nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania, tem para oferecer para as comunidades terapêuticas", disse Elpídio Amanajás, representante da Assembleia Legislativa em Brasília


Fotos: Kitt Nascimento/Gerson Barbosa

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS