08/12/2017 - 18:26:23 - atualizado em 10/12/2019 às 09:34:36

Reunião de serviço debate curso de agronomia, protocolo de intenções entre Esleg e Unifap e andamento do Hospital Universitário

06

Um encontro, realizado na sede de da Reitoria da Universidade Federal do Amapá (Unifap), nesta segunda-feira (04) contou com a presença da reitora da instituição, Eliane Superti; do prefeito de Tartarugalzinho, Rildo Oliveira; do deputado federal Marcos Reátegui (PSD); da diretora da Escola do Legislativo (Esleg), Wilca Costa; do assessor institucional da Alap, em Brasília, Elpídio Amanajás; da assessora


Um encontro, realizado na sede de da Reitoria da Universidade Federal do Amapá (Unifap), nesta segunda-feira (04), contou com a presença da reitora da instituição, Eliane Superti; do prefeito de Tartarugalzinho, Rildo Oliveira; do deputado federal Marcos Reátegui (PSD); da diretora da Escola do Legislativo (Esleg), Wilca Costa; do assessor institucional da Alap em Brasília, Elpídio Amanajás; da assessora da deputada Roseli Matos, Neide Maciel e de técnicos da Unifap. O evento serviu para discutir o processo de instalação da Faculdade de Agronomia, definir o protocolo de intenções entre Unifap e Esleg, que beneficiará servidores do Legislativo, e o andamento da obra do Hospital Universitário. O processo de implantação do curso de Agronomia será acompanhado pela Comissão Permanente de Educação do Parlamento amapaense, por meio da deputada Roseli Matos (PP).

05

A reitora Eliane Superti explicou que o projeto prevê a construção de um campus no município de Tartarugalzinho, em área de 100 hectares, a ser cedido pela empresa Amcel. "O que estamos celebrando aqui é um acordo entre a Unifap e o prefeito de Tartarugalzinho no sentido de alocar essa área para a instituição e as tratativas da prefeitura junto à empresa de celulose. O projeto depende da cessão das terras pela Amcel, para que a Unifap possa registrá-lo e então dar início às ações para o curso. Porque uma das diretrizes necessárias para se ter um curso de Agronomia é que se tenha pelo menos a área da fazenda. A fazenda não precisa estar pronta, porque ela é utilizada a partir do segundo ano do curso, mas é necessário que a área esteja disponível", enfatizou.

03O prefeito Rildo Azevedo, disse que se engajou na ação, por acreditar na viabilidade do projeto e que a empresa Amcel demonstrou grande interesse em colaborar. ?É um projeto que vai trazer muitos benefícios ao nosso município, criando mais uma oportunidade aos jovens que poderão fazer um curso de graduação sem necessitar se ausentar de sua cidade. Até eu vou fazer esse curso?, garantiu.

Sobre o andamento da construção do Hospital Universitário, a reitora informou que a obra está dentro do cronograma e deverá ser concluída no prazo estabelecido. "A obra terá quatro prédios, cada um com quatro andares e, hoje, já estamos concluindo a terceira laje. Esperamos que, em janeiro, quando começar o período chuvoso, já estejamos com as lajes todas batidas para que o trabalho seja interno", disse a reitora, explicando que a construção começou há um ano e já está 50% concluída. "É agora que começará a parte mais demorada, do acabamento, das tubulações e é por isso essa previsão de conclusão até 2019".

04

O deputado Marcos Reátegui disse que o momento é de sensibilizar toda a sociedade para a importância do Hospital Universitário. "Chegou o momento de mostrarmos para toda a sociedade a importância dessa obra. Todos os gestores, sejam estaduais ou municipais, precisam se conscientizar que uma obra desse porte não carece de recurso apenas para sua construção, mas também para a seu custeio. O hospital ajudará no cumprimento do preceito constitucional que estabelece o direito de todos à saúde de qualidade e, que nem sempre é cumprido, não pela falta de vontade dos governantes, mas pela carência de recursos. E, agora, teremos um hospital que triplicará a oferta em saúde pública no Amapá", destacou.

02

Na mesma reunião foi tratado sobre o protocolo de intenções que será assinado entre a Escola do Legislativo e Unifap, que permitirá a parceria entre as duas instituições de ensino visando a promoção de cursos de extensão universitária. Curso como Administração Pública poderá ser ministrado a servidores dos Legislativos estadual e municipais. Ficou acordado também que, no sábado, 16 de dezembro, no canteiro de obras do Hospital Universitário, será oferecido um café da manhã ao governador, aos prefeitos municipais e parlamentares federais, estaduais e municipais, seguido de visitação à obra.

AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - Alap
Texto: Paulo Oliveira - Reg. Prof. 572 - DRT/PA
Portal: al.ap.gov.br
Blogger: casadeleis.blogspot.com
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
TV Assembleia: 57.2
Rádio Assembleia: 93.9 FM

Facebook Twitter Google+ Email Addthis
DEPUTADOS